A legalização do desconto com pagamento à vista afeta os cartões?

0
Venda de recarga de celular

A legalização do desconto com pagamento à vista afeta os cartões?

A legalização do desconto com pagamento à vista afeta os cartões?-Para estimular a economia e como parte do pacote de mudanças, o Governo Federal autorizou, em dezembro de 2016, que os negócios ofereçam descontos para clientes que fizerem o pagamento à vista.

Ao mesmo tempo em que isso é bastante positivo para quem compra de uma forma geral, há impactos no uso dos cartões. Para entender melhor do assunto, veja a seguir como a legalização do desconto com pagamento à vista afeta os cartões!

 

Venda de recarga de celularComo funciona a essa legalização do desconto?

Antes que a Medida Provisória 764 fosse publicada no Diário Oficial, uma regra principal valia quanto aos pagamentos: clientes não poderiam pagar preços diferentes de acordo com a forma de pagamento.

Isso fazia com que tanto usuários do cartão de crédito quanto clientes que fizessem pagamento à vista levassem o produto pelo mesmo valor. Porém, com a MP isso mudou e, agora, o pagamento à vista sai mais barato.

Quando um cliente decidir pagar à vista ou em cheque, ele poderá ganhar um desconto. Isso porque a operação de cartão de crédito cobra um valor percentual da venda, que normalmente era embutido no preço.

Essa já era uma prática comum entre os comércios menores, mas que somente agora foi regularizada. A justificativa do governo é que essa medida poderá aumentar a competição entre as formas de pagamento.

Qual é o efeito nos cartões?

Inicialmente, o fato de o pagamento à vista ou em cheque ter desconto pode fazer com que o cartão se torne um pouco menos atrativo. Em busca de descontos, os clientes podem preferir fazer o pagamento de uma só vez e no ato da compra para conseguirem alguma vantagem.

Porém, há de se considerar que a facilidade de pagar com o cartão continua intacta. Mesmo com uma taxa a mais, essa opção é considerada mais conveniente porque não exige liquidez de recursos no momento da compra.

Além disso, com a MP em ação, pode ser que os juros do cartão de crédito diminuam. Com menos custos acumulados ao longo dos meses, não é improvável que o cartão se torne mais atrativo até mesmo do que um desconto pontual — afinal, essa é a única forma de parcelar uma compra maior para que ela caiba no bolso.

Ao mesmo tempo, é preciso atenção. Pode ser que um determinado comerciante divulgue o valor para pagamento à vista e, na hora de fazer o pagamento com cartão, realize o embutimento do preço. Sendo assim, é necessário que os consumidores fiquem mais atentos quanto ao uso do cartão e aos valores cobrados.

Outro ponto importante é que com a possível redução das operações de cartão, as máquinas desse tipo podem se tornar mais caras, já que o aluguel se mantém e elas são usadas menos frequentemente.

Afinal, a mudança é boa ou ruim?

A resposta para essa pergunta é: depende. Para quem compra, pode ser bom gastar um pouco menos ao fazer o pagamento à vista, mas, ao mesmo tempo, a conveniência do cartão fica um pouco prejudicada.

Para os lojistas, isso é bom porque há a tendência de que eles recebam mais recursos líquidos, diminuindo a inadimplência e a dificuldade quanto ao fluxo de caixa. Ao mesmo tempo, podem ter dores de cabeça com quem está muito acostumado ao cartão.

A princípio, a legalização do desconto com pagamento à vista afeta os cartões por torná-los menos atrativos — já que são mais caros. Porém, a verdade é que para entender mais profundamente esses efeitos será necessário ficar de olho no que vem pela frente, em como a taxa de juros vai se comportar e em qual vai ser essa recepção entre os consumidores.

Você já estava por dentro dessa mudança? O que acha dela? Conte para a gente, nos comentários!

Compartilhar.

Deixe o seu comentário