Faz sentido aceitar a bandeira Elo no seu estabelecimento?


bandeira Elo
Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
 

Faz sentido aceitar a bandeira Elo no seu estabelecimento?

Bandeira Elo – O cartão já é o meio de pagamento mais utilizado no dia a dia dos brasileiros. Prático e simples, bastam alguns segundos para concluir uma transação e adquirir algum serviço ou produto, também por meio de parcelamento.

Uma das bandeiras de cartões que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado é a Elo, que hoje já compete diretamente com grandes nomes como Visa e Mastercard. Entenda os motivos pelos quais aceitar a bandeira Elo no seu estabelecimento pode alavancar vendas e aumentar sua lucratividade!

O surgimento da bandeira Elo no Brasil

A Elo começou a sair do papel e tomar forma em 2010, fruto do esforço conjunto de gigantes como Cielo, Alelo, Bradesco, Caixa e Banco do Brasil para criar uma bandeira que desafiasse Visa e Mastercard, donas até então de uma parcela de cerca de 90% do mercado brasileiro.

Ela foi lançada oficialmente em abril do ano de 2011 a partir de um fundo que tais bancos já construíam há cerca de quinze anos ― embora na prática seja tratada com um tipo de startup desde os seus primeiros passos.

Ainda no final de 2014, o número de cartões que contavam com a bandeira Elo já alcançava a surpreendente marca de 15 milhões. Se algum cartão é pedido em algum dos bancos citados sem a delimitação de bandeira específica, será a Elo a emiti-lo.

Principais desafios para a adoção da bandeira Elo

Os primeiros passos da bandeira Elo no Brasil

Tendo em vista o crescimento da Elo no país, os estabelecimentos começaram a se adequar para a aceitação da bandeira, já que grande parte das vendas vem diretamente de cartões, sejam eles de débito ou crédito.

Inicialmente, os vendedores encontraram grandes dificuldades para adquirir máquinas que aceitassem a bandeira. Os consumidores também se viram impossibilitados de realizar compras ante a ausência de estabelecimentos que a admitissem, o que ocorria também para vendas pela internet.

Com o passar do tempo, outros bancos que não seus criadores passaram a atender a demanda do mercado. Empresas como a Rede, GetNet, Bin e Santander aproveitaram a oportunidade e adequaram suas máquinas para também aceitarem a bandeira Elo.

A bandeira Elo atualmente

Tendo em vista a grande influência de seus idealizadores e notável ganho de espaço da Elo no mercado, tornou-se mais fácil adquirir máquinas que aceitam a bandeira, o que consequentemente também aumentou o número de adeptos da marca.

A perspectiva é que essa facilidade aumente, já que os responsáveis pela bandeira fecharam um acordo com outro grande nome do varejo e bandeira no mundo, que tende a espalhar a Elo para diversos países com a concessão de diversos benefícios.

Além disso, empresas que fornecem vale-alimentação também embarcaram na ideia da bandeira brasileira e passaram a aceitar cada vez mais o cartão da Alelo, o que abre ainda mais espaço para o crescimento da marca no Brasil

A relação da bandeira Elo com os lucros

Tendo em vista que a bandeira Elo já representa mais de 7% do mercado brasileiro, com tendência de aumento, é importante se adequar e aumentar as possibilidades de lucro aceitando-a em seu estabelecimento.

Aumente a sua competitividade no mercado e destaque-se dos concorrentes aceitando a bandeira. Sua segurança e confiabilidade constituem diferencial que justifica o investimento e certamente vão trazer retorno ao longo médio prazo.

E então, entendeu por que o seu estabelecimento deve aceitar a bandeira Elo? Entre em contato com o iRecarga e saiba quais os tipos de máquina de cartão de crédito aceitam a marca!

maquina de recarga

maquina de recarga

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe uma resposta