Categoria "Maquina de Cartão"

Venda através de uma maquina de cartão de crédito para os seus clientes, aceite todas as bandeiras a facilite na hora de fechar uma venda. Confira as novidades da maquineta

Conheça mais sobre a função de um representante comercial

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Conheça mais sobre a função de um representante comercial

representante comercial – Em tempos de crise, muitas pessoas vêm investindo seus esforços em uma ideia ou plano de negócios que ajude a ultrapassar todas as dificuldades financeiras com mais suavidade. Uma alternativa é buscar o ramo do comércio, empreendendo de forma criativa e atingindo um bom público.

Nesse cenário, a carreira de representante comercial vem auxiliando diversas pessoas a manter uma renda sólida e confiável. Veja, no post de hoje, como funciona esse trabalho e saiba como ter sucesso nessa atividade!

Quem é o representante comercial?

Essa função é muito importante em todas as áreas, pois o representante comercial leva as marcas ao maior número de pessoas, fechando negócios vantajosos para todos os envolvidos. Se você tem um produto para vender, contar com esse profissional autônomo pode ser o que falta para alavancar sua empresa.

Outra característica dessa profissão é poder conciliar diversos tipos de produto. Por exemplo, você poderá agregar valor para seus clientes representando produtos correlatos entre si.

Um caso seria uma farmácia que também disponibiliza, por meio da representação comercial, recargas ou chips para celular. Com isso, é possível aumentar a satisfação de quem frequenta seu estabelecimento e aumentar o volume de receitas.

Quais são os requisitos para se tornar um representante comercial?

Um bom representante comercial tem amplos conhecimentos, principalmente voltados para marketing e administração. A capacidade de se autogerir e controlar os negócios contribuirá para um trabalho organizado e focado. Isso, aliado a uma divulgação efetiva por meio das técnicas de marketing, certamente vai gerar muitas vendas.

Mas de nada adiantam diversas aptidões técnicas se o representante não for um profundo conhecedor do produto a ser comercializado. Nesse sentido, gostar daquilo que está vendendo é primordial, principalmente porque essa paixão transparece para o cliente, contagiando-o. Acreditar no que se faz é um passo importante para qualquer negócio bem-sucedido.

Ter uma formação também se configura como um diferencial, sem falar em competências matemáticas e linguísticas. Além disso, a comunicação é a essência de qualquer representante comercial. Por isso, aprenda as melhores formas de interagir com seu público e esteja disponível, seja presencialmente ou on-line.

Como ter sucesso na representação comercial?

Para conseguir sucesso como representante comercial, você poderá seguir alguns passos simples, mas altamente eficazes. Veja algumas dicas para aumentar seus ganhos e ter êxito ao representar uma marca:

Priorize a satisfação dos clientes

O relacionamento com os clientes é ação primeira para qualquer atividade comercial. Saiba o perfil de quem você busca para fechar novos negócios e também fique atento a quem já é fiel à sua marca.

Busque um produto que seja necessário

Principalmente se você quer ampliar os negócios e aumentar as receitas por meio da diversidade na representação comercial, busque produtos que façam parte da necessidade de seus clientes e prospects. Alimentos, créditos para celular e outros itens podem fazer parte de um portfólio diversificado que aumentará a qualidade do que você propõe, deixando-o à frente no mercado.

Deixe claro o que você oferece

Se você é representante comercial, precisa mostrar a todos isso. Afinal, a divulgação é alma do negócio. Inclua em suas estratégias de marketing criar uma boa ambientação de loja, para mostrar tudo o que está disponível, ou faça alguma campanha de e-mail marketing, por exemplo. O importante é que as pessoas saibam como podem contar com você.

A função de representante comercial certamente contribuiu para o crescimento de muitos empreendedores. Ao ter mais conhecimento sobre a área e seguindo as dicas que trouxemos hoje, o sucesso é certo para ampliar os negócios e aumentar as receitas.

E você? Já atua como representante comercial ou pensa em iniciar esse tipo de trabalho? Que tal compartilhar esse conteúdo nas suas redes sociais? Mostre a seus seguidores mais essa forma de empreender!

consulta spc

Consulta SPC

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Entenda o custo e as tarifas cobradas pelas máquinas de cartão de crédito e débito

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Entenda o custo e as tarifas cobradas pelas máquinas de cartão de crédito e débito

Máquinas de cartão de crédito – Nos dias de hoje, é cada vez mais difícil deixar de oferecer aos clientes a possibilidade do pagamento por meio das máquinas de cartão de crédito e débito. Antes tida como um diferencial, a máquina de cartão parece caminhar para a onipresença em lojas de todos os portes.

Com a obsolência do talão de cheque e o receio em andar nas ruas com quantias mais vultuosas, as pessoas encontram nas compras com cartão várias facilidades. Podemos afirmar, sem sombra de dúvidas, que as compras com a máquina de cartão logo serão maioria. Oferecer o pagamento no cartão, portanto, é uma forma de atrair o consumidor.

Muitos lojistas hesitam em aceitar o pagamento com cartão em razão dos custos. Por isso, preparamos este post explicando o custo e as tarifas praticadas pelas operadoras de cartão de crédito. Confira:

Aluguel/preço da máquina de cartão

Uma das taxas cobradas pela maioria das operadoras é o aluguel da máquina de cartão de crédito. Atualmente, o valor do aluguel gira em torno de R$ 120,00 por mês, variando conforme a operadora para mais ou para menos. Tal quantia, dependendo do porte da loja, pode pesar no final das contas.

Por isso, uma opção a ser avaliada como alternativa é a compra parcelada da máquina, cujo gasto deixa de impactar no faturamento após o término das parcelas, normalmente fixadas em 12 meses.

Tarifas sobre vendas

As tarifas sobre as vendas dos produtos merecem uma atenção especial na hora de escolher sua operadora de máquina de cartão de crédito. Os percentuais aplicados variam conforme a modalidade de venda (débito, crédito ou parcelamento).

Assim, para que a utilização da máquina seja lucrativa, é preciso avaliar o perfil de seus clientes, a fim de estimar o quanto será vendido em cada modalidade e levar este cenário em conta na hora de escolher a operadora.

Em alguns casos, dependendo da operadora escolhida, é possível aproveitar promoções e descontos, ou ainda conseguir flexionar as tarifas. Importante lembrar que, conforme a legislação vigente, as operadoras passaram a ser obrigadas a aceitar todas as bandeiras de cartão de crédito e débito.

Vantagens de usar estas máquinas

Tal medida se mostrou muito favorável para os lojistas, já que provocou uma maior competitividade entre as operadoras de máquina de cartão. Além disso, já que as bandeiras são aceitas em todas as máquinas, ao fazer a sua escolha, você pode dar prioridade à relação entre as condições oferecidas e o faturamento de sua empresa.

Para obter resultados ainda melhores, conheça e disponibilize serviços diferenciais para os clientes. É o caso do iRecarga, por exemplo, que oferece um sistema de venda de recarga para celular sem custo, taxa ou mensalidade. Isso vai atrair mais pessoas para sua loja, aumentando assim o volume das vendas.

Embora existam alguns casos esporádicos em que o uso da máquina de cartão de crédito não é uma opção viável para o negócio, o fato é que as compras por cartão estão incorporadas ao hábito de grande parte dos consumidores. Pense na comodidade de seus clientes e avalie a possibilidade de aceitar pagamentos com cartão.

Gostou de nosso post? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Como aumentar as vendas a partir do mix de produtos

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Como aumentar as vendas a partir do mix de produtos

Como aumentar as vendas – Como aumentar as vendas? Eis aqui uma das questões que mais tem atraído o interesse de empresários e empreendedores que querem contornar a crise financeira, alavancando seus negócios. É este o seu caso?

A busca por opções que viabilizem resultados satisfatórios no caixa da empresa é um dos grandes desafios atuais, visto que tudo aquilo que é considerado como supérfluo ou luxo está sendo cortado das listas de compras.

Quer saber o que fazer diante desse quadro e aumentar suas vendas? Confira nossas dicas!

Como investir no mix de produtos?

É bastante comum questionar a viabilidade de como aumentar as vendas em uma época de tantos cortes, não é mesmo? E uma das melhores alternativas para driblar a baixa nos números da empresa, com certeza, é investir na oferta de maior diversidade de produtos ou serviços a fim de que o ticket médio aumente.

O mix de produtos é a solução que muitas lojas, farmácias e demais comércios têm utilizado para não sofrer com as retenções de gastos da população. Quando os mesmos clientes passam a levar um número maior de produtos, a receita do negócio aumenta sem que sejam despendidos gastos maiores com propagandas que visem atrair novos consumidores. Uma sacada importantíssima dentro do mix de marketing!

Além disso, a dica é optar por novos produtos e serviços que agreguem valor à empresa sem que sejam necessárias modificações em sua estrutura, certo? Veja algumas opções!

Criar oportunidades de acordo com o segmento

Qual é o seu ramo de atividade? Este é um ponto importante na hora de definir quais os tipos de produtos e serviços que podem ser agregados ao negócio. Uma loja de roupas, por exemplo, pode investir em linhas de acessórios, como brincos, colares e pulseiras, fazendo combinações com suas peças a fim de converter um número de itens maior por venda fechada.

Farmácias, por sua vez, podem investir em opções de produtos de beleza, perfumaria, artigos infantis, como fraldas, leites enlatados e outros acessórios ou, ainda, disponibilizar opções de recargas de celular para seus clientes um serviço solicitado com bastante frequência.

Além de pensar qual é o mix de produto mais adequado para o seu estabelecimento, levando sempre em conta o seu público consumidor, é essencial saber alocá-los no espaço físico disponível. Aproveite para ver 3 dicas de como aumentar as vendas com uma ambientação da loja!

Como aumentar as vendas investindo em telefonia?

Quantos de seus clientes possuem celular? Quantos precisam dele em seu dia a dia? Difícil quantificar esses dados, já que praticamente todo mundo está conectado por meio de algum tipo de aparelho hoje em dia.

É justamente por isso que a oportunidade de investir no mix de produtos voltados à telefonia tem sido a solução para vários segmentos. Recargas de celular e revendas de chip já são importantes componentes da receita mensal das empresas que optaram por oferecer estes serviços aos seus clientes.

maquina de recarga de celular

maquina de recarga de celular

Lembra a pergunta lá do começo de como aumentar as vendas? Está aqui a resposta! Uma opção totalmente viável e rentável que vale a pena você conhecer mais a fundo.

Gostou da discussão trazida por este artigo? Ele foi útil para você? Aproveite para se cadastrar e receba mais conteúdos por meio da nossa newsletter!

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Veja 4 dicas para fazer uma promoção de vendas com sucesso

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Veja 4 dicas para fazer uma promoção de vendas com sucesso

Promoção de vendas – Em tempos de crise econômica, atrair o consumidor para dentro das lojas e fazê-lo comprar tem se mostrado um desafio para a maior parte dos lojistas brasileiros. Apenas nos cinco primeiros meses de 2016, as vendas no comércio recuaram 7,3% de acordo com o IBGE. Diante desse cenário, a promoção de vendas é uma opção interessante para recuperar a rentabilidade dos negócios.

Bem aplicada, a estratégia é capaz de fazer com que os clientes comprem de maneira diferente de seu padrão consumidor usual, aumentando o ticket médio das lojas e facilitando as compras por impulso.

A ideia é oferecer um incentivo — um preço atraente de um dado produto — por um tempo limitado e estimular o consumidor a comprar mais itens do que costumeiramente, atrair novos clientes, aumentar o volume de negócios em baixa temporada e até mesmo vender produtos que estavam há tempos encalhados no estoque.

Antes de colocar o plano em ação, o empresário precisa estar atento a algumas dicas para que a promoção seja bem-sucedida e não haja prejuízo.

consulta spc

consulta spc

Cuidado ao calcular o preço da promoção

A ideia é obter lucro ou apenas fazer uma estratégia de marketing? Abrir espaço no estoque e ficar no azul ou obter incremento na renda? É fundamental ter um objetivo claro antes de remarcar os preços na loja.

Se o lojista precisa reforçar o caixa, os descontos precisam ser calculados de maneira a ainda garantir retornos. Mas se o plano é fidelizar clientes, apresentar novos produtos ou liberar espaço na loja, o comerciante poderá fazer a venda pelo preço de custo.

Promoção precisa ter prazo para acabar

Se a ideia do varejista é atrair mais compras e clientes, vale a pena apostar em promoções curtas ou relâmpago. Um mês é o máximo de tempo para que a estratégia funcione. Caso o plano seja tornar um produto conhecido ou fidelizar clientes, a oferta pode se estender até o fim do primeiro lote do material ou até o limite de 90 dias.

Sejam os resultados desejados obtidos ou não, o prazo do fim das promoções deve ser sempre respeitado. Caso contrário, o valor mais baixo acabará incorporado ao produto, depreciando o valor da marca.

A propaganda é a alma da promoção de vendas

Se anúncios em jornais e revistas podem custar muito caro para pequenos comerciantes, não existem mais motivos para se limitar a banners e cartazes apenas nas próprias vitrines ou nos arredores da loja. A tecnologia pode ajudar a espalhar entre os consumidores a notícia da promoção e potencializar o efeito atraente da estratégia.

Vale a pena lançar mão dos links patrocinados tanto em buscadores, como o Google, quanto em redes sociais, como o Facebook. Aliás, no Facebook é fundamental ter um perfil ativo para a loja, que notifique os clientes sobre as ofertas.

Os resultados devem ser avaliados

Ao final da promoção, é preciso avaliar o que deu certo e o que não funcionou com base no objetivo inicial. Se o plano era atrair novos consumidores, eles efetivamente vieram? Ou caso a meta fosse aumentar o ticket médio por cliente, funcionou? Assim, será possível melhorar a estratégica a cada nova promoção.

Gostou das dicas? Agora que você domina as técnicas para preparar uma boa promoção de vendas, mãos à obra. E não deixe de compartilhar esse post nas redes sociais e espalhar o conhecimento!

maquina recarga celular

maquina recarga celular

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Curiosidade e dicas para lojistas, varejistas, autônomos. Tudo sobre maquinas de recargas de celular, maquinas de cartão de credito, consultas serasa e consultas spc.