Categoria "Maquina de Cartão"

Venda através de uma maquina de cartão de crédito para os seus clientes, aceite todas as bandeiras a facilite na hora de fechar uma venda. Confira as novidades da maquineta

Formação de preço em camadas: Entenda mais sobre essa tendência!

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Formação de preço em camadas: Entenda mais sobre essa tendência!

Formação de preço – Ter um preço atrativo é uma das questões mais importantes para o seu negócio. É com esse preço que você consegue atrair o seu cliente e sustentar o seu negócio, fazendo com que ele seja lucrativo. E na busca de resultados cada vez melhores, uma tendência vem ganhando força: a formação de preço em camadas.

Diferentemente da precificação tradicional, esse processo não é feito de uma única vez, nem leva a um valor único a ser cobrado de todos os clientes. Para entender mais sobre essa tendência, continue lendo esse artigo!

consulta spc

Consulta SPC

O que é formação de preço em camadas?

Também chamada de tiered pricing, a formação de preço em camadas é uma forma inovadora de garantir que o preço adequado seja cobrado de seus clientes, especialmente quando se trata de cobrar por serviços. Basicamente, ela consiste em oferecer preços diferentes para o seu produto ou serviço dependendo da quantidade que é entregue ao cliente.

Em lojas virtuais, é o caso de cobrar preços diferentes para prazos de entrega mais rápido, por exemplo. No comércio, trata-se de oferecer versões de tamanhos distintos para o mesmo produto e com preços proporcionais. No geral, essa precificação inclui oferecer pacotes com preços diferenciados, ofertas, combos ou mesmo produtos com diferentes opções e preços.

maquina de recarga

maquina de recarga de celular

Por que essa técnica pode ser útil para você?

Ao definir um único preço para um produto, você está implementando uma atitude relativamente mais definitiva e consideravelmente mais engessada: ou o cliente paga aquele valor ou não tem acesso nenhum ao produto ou serviço. Com a precificação em camadas, entretanto, tudo muda de figura.

Ao oferecer opções diferentes, há mais versatilidade de oferta e, portanto, de demanda. Isso significa que o cliente não precisa, necessariamente, pagar por algo que não faça parte de suas necessidades. Se ele precisa de um plano mais simples, ele paga menos e, ainda assim, consegue obter exatamente aquilo de que precisa.

Como resultado, há um benefício de maior atração de público, já que o seu negócio consegue abranger a necessidade de mais pessoas. E, com mais oportunidades de negócio, há mais conversões — com isso, mais faturamento e mais lucro.

Outro ponto muito importante diz respeito ao aumento de satisfação. Pode não parecer, inicialmente, mas esse tipo de precificação ressoa positivamente junto ao seu público, que fica mais satisfeito em ter opções variadas de escolha sobre o quanto pagar. Basicamente, essa formação de preço é capaz de oferecer um atendimento praticamente personalizado, já que visa a atender necessidades individuais dos clientes.

Como implantar e controlar essa precificação?

Bom, colocar essa tendência em prática no seu negócio exige que você siga alguns passos para garantir que ela não apenas seja boa para o seu público, mas também para o seu negócio. Portanto, vejamos agora quais são essas etapas:

1. Conheça as particularidades do seu produto ou serviço

Se você vende em uma loja física um produto adquirido de um fornecedor, é bastante improvável que você possa executar a precificação dinâmica, já que o produto não possui outras opções. Por outro lado, como dito anteriormente, em uma loja virtual dá para oferecer preços diferentes dependendo do prazo de entrega.

E para serviços, isso não é muito diferente. Dependendo da quantidade de benefícios que o seu negócio oferecer para os clientes, da frequência, intensidade ou exclusividade, a precificação pode ser distinta.

Por isso, o primeiro passo para colocar essa tendência em prática é conhecer quais são as particularidades do seu produto ou serviço, para entender quais pontos podem ser mudados de acordo com o preço.

2. Entenda o seu público

Em seguida, você deve entender melhor o seu público para conhecer quais são as suas reais necessidades e possibilidades em relação ao consumo.

Em outras palavras: uma empresa de grande porte procurando um software de gestão online precisa de mais suporte e estrutura, e também pode pagar mais por um plano. Ao mesmo tempo, um profissional autônomo precisa de uma opção mais em conta, ainda que mais simples, para poder começar a gerar ganhos.

Portanto, não abra mão de entender quem é o seu público e de conhecer quais são as suas necessidades para montar planos mais específicos.

3. Determine a métrica de precificação

O preço deve variar de maneira proporcional, que possa ser mensurada e escalável. Para isso, é necessário definir a métrica que vai pautar essa precificação — e tudo vai depender do seu produto ou serviço.

Pode se tratar de prazo de entrega, tempo de permanência, número de usuários, espaço disponível, suporte oferecido e muito mais. O importante é que você possa oferecer as diferentes opções dessa métrica de maneira fácil e eficiente.

Estabeleça o preço

A parte da precificação em si vem a seguir: com as métricas definidas, você poderá criar os planos adequados para cada necessidade do seu público-alvo. Depois dessa definição, é hora de estabelecer os preços. O ideal é que cada plano tenha, naturalmente, um preço justo e cubra seus custos, mas também é recomendado que planos superiores e mais caros tenham algum tipo de desconto embutido.

Se você oferece um plano de 3 meses por R$ 100,00, para o plano de 6 meses pode fazer mais sentido cobrar R$ 180,00 — em vez do proporcional valor de R$ 200,00. Isso dá uma sensação de valor agregado e oferta ao cliente, que pode preferir aproveitar a versão mais cara por ser mais econômica.

Acompanhe os resultados de vendas

Depois de definir a formação de preço em camadas, é muito importante acompanhar os resultados de vendas. A partir desse controle você poderá identificar a adesão dos clientes a cada plano e qual é a margem mais adequada para cada caso. Além disso, vale a pena ficar de olho na concorrência que ofereça planos semelhantes. Assim, o seu negócio não perde a chance de ajustar o preço para valores mais vantajosos para a gestão.

Enfim, com a formação de preço em camadas você garante que produtos e serviços não apenas tenham o preço correto, mas também sejam ofertados em planos e condições diferenciadas. Como resultado, os clientes ficam mais satisfeitos e atraídos pelo seu negócio, levando ao sucesso!

Gostou do post? E por falar em definir preços, aproveite para aprender como precificar seus produtos de maneira realmente eficiente!

maquina recarga celular

maquina recarga celular

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Entenda como agregar valor aos serviços por meio do atendimento na loja!

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Entenda como agregar valor aos serviços por meio do atendimento na loja!

Agregar valor – Não importa se sua loja é grande ou pequena, ou se conta com muitos ou poucos funcionários, saber agregar valor aos serviços que você oferece é fundamental para manter um bom fluxo de caixa. O grande diferencial para a fidelização de clientes é manter um alto nível de atendimento na loja, aliado aos bons serviços oferecidos.

Por isso, no artigo de hoje, queremos dar 5 dicas infalíveis para otimizar seu atendimento, valorizar seus serviços e se destacar frente à concorrência. Confira!

1 – Conheça seus clientes

Um planejamento empresarial de sucesso começa por conhecer aquele que vai adquirir seus produtos e serviços. É fundamental saber quais são os anseios dos clientes, suas expectativas de qualidade, as formas de pagamento que mais utilizam, as preferências por certas marcas e modelos etc.

É conhecendo o perfil dos clientes que o empresário poderá direcionar suas campanhas de venda de maneira mais objetiva, bem como adequar seu estoque ao que é mais comercializado. Uma boa pesquisa de mercado mostra-se como ótima opção para quem quer conhecer os consumidores que pretende atingir.

consulta spc

consulta spc

2 – Capacite sua equipe

É conhecendo bem os produtos e serviços da loja que o funcionário, ou o próprio empreendedor, poderá repassar todas as informações, diferenças e vantagens do que ele tem para vender.

Um profissional bem capacitado não deixará dúvidas em aberto, pois conseguirá transmitir segurança no diálogo, algo essencial para gerar credibilidade para a empresa e fidelização dos clientes.

3 – Diversifique seus produtos

Claro que não é possível abraçar todo o mundo de possibilidades de negócio em um só empreendimento, mas muitos tipos de serviços e produtos podem ser mesclados para oferecer mais comodidade aos clientes.

Como exemplo, podemos citar as drogarias que, além de produtos voltados para saúde e beleza, oferecem recarga e chips de celular, produtos bem populares e que podem servir para atrair mais público ao estabelecimento.

4 – Multiplique seus canais de atendimento

Se antigamente o contato com os clientes era baseado, basicamente, no atendimento pessoal e telefônico, hoje podemos observar uma expansão de novas ferramentas, graças aos avanços da tecnologia.

Estar por dentro das novidades e pronto a implementar ferramentas modernas no negócio é atitude fundamental para aproximar sua loja dos clientes. Em um cenário em que as lojas oferecem praticamente os mesmo produtos, proporcionar um endereço de e-mail, criar perfis em redes sociais ou abrir um site para divulgar seu empreendimento é algo que irá valorizar e fortalecer seu atendimento, destacando seu negócio em face à concorrência.

vender recarga

vender recarga

5 – Não deixe de agregar valor ao pós-venda

É comum a muitos empresários cortarem o relacionamento com o cliente após concluírem uma venda ou terminarem de prestar algum serviço contratado. Esse é um erro grave. Deixar de fazer o atendimento pós-venda atrapalha, e muito, o processo de fidelização dos clientes.

A ação mais importante no pós-venda é dar ao consumidor a mesma atenção que lhe foi dada no primeiro atendimento, além, é claro, de cumprir o que foi prometido em relação aos prazos de troca e garantia.

Também é importante que se realize, ainda no pós-venda, uma breve pesquisa de satisfação. Dessa forma, com o feedback do próprio cliente, pode-se corrigir eventuais erros de atendimento que estejam impedindo o crescimento de sua loja.

Para agregar valor aos serviços de sua loja nada melhor do que prestar um atendimento de excelência. Portanto, esteja aberto a novas ideias e estratégias, reveja processos e mude quando for necessário, pois isso significa maiores lucros para o seu estabelecimento.

Agora que você já sabe como agregar valor aos serviços por meio de um bom atendimento, que tal aprender a agregar valor também aos produtos da sua loja? Clique aqui para saber como fazer isso!

 

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

5 dicas para se preparar para as promoções de final de ano!

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Promoções de final de ano – 5 dicas para se preparar para as vendas

Promoções de final de ano – Setembro mal chegou e já está na hora de se preparar para as promoções de final de ano. Mas antes de começar a planejar as ações, é importante ter em mente quais objetivos devem ser alcançados com a estratégia e estar ciente sobre o preço de custo de cada produto ou serviço.

Afinal, uma promoção não deve ser uma ação aleatória, mas uma atitude calculada para trazer lucro ou tornar sua empresa mais conhecida. Para te ajudar nisso, a seguir, apresentamos cinco dicas para você acertar em cheio nas promoções de final de ano. Vamos lá?

chip de celular

3 chip de celular

Defina o objetivo da sua promoção

Não adianta querer bater todos os recordes de vendas com suas promoções de final de ano se você não tiver um objetivo claro. O que você pretende: divulgar sua loja? Vender novos produtos? Fazer uma queima de estoque?

As estratégias de precificação e divulgação vão depender do seu objetivo. Portanto, antes de mais nada, faça uma definição clara do que você pretende alcançar com as promoções de final de ano e, com base nessas informações, comece a planejar as ações propriamente ditas.

Escolha o que fará parte da promoção

Não é qualquer produto ou serviço que pode ser incluído nas promoções de final de ano! Antes de pensar em uma estratégia promocional, é preciso considerar a variável do custo de cada item.

Produtos com baixo custo podem ter uma margem de lucro maior, mas se você reduzir mesmo um pouco essa margem, o resultado final não será tão impactante. Em caso de serviços, que obedecem a uma lógica particular, é importante observar quais critérios serão considerados na hora da promoção — o tempo de duração do desconto, por exemplo.

Divulgue suas promoções de final de ano

Organizar promoções devidamente de acordo com seus objetivos é fundamental, mas os resultados não serão alcançados se você não divulgar a ação para o público a qual ela se destina. Seu público-alvo está nas redes sociais? Passa frequentemente em frente à loja? Ou ainda não conhece o seu negócio?

As respostas a esses e outros questionamentos guiarão o planejamento de suas ações de divulgação e em quais canais elas terão parte. Pense em alternativas e ferramentas que realmente vão te ajudar a alcançar seu público. Se isso não acontecer, você estará desperdiçando a organização e o planejamento da sua promoção, além do enorme potencial de lucro do final de ano.

Tenha prazo definido e regras claras

Uma promoção deve ter prazo de duração e regras muito claras, que realmente façam com que as pessoas se envolvam. Ao anunciar suas promoções de final de ano, defina, sem abertura para dúvidas ou confusões, qual é o período de duração e quais são todas as condições envolvidas.

Se você organizar uma promoção com desconto progressivo, por exemplo, o regulamento deve explicar que as peças da coleção mais recente não entram no esquema. Outro critério que deve ser explicitado é a possibilidade de troca e o período destinado a ela.

consulta spc online

consulta spc

 

Treine seu pessoal para as promoções

Não há nada mais desagradável para o cliente do que chegar ao estabelecimento e se deparar com um vendedor que não sabe explicar os critérios de uma promoção. Se você realmente quer organizar promoções de final de ano eficientes, é preciso que a empresa toda se dedique a essas ações.

Para tanto, prepare sua equipe a tudo o que virá com as promoções: loja cheia, dúvidas, correria, busca desesperada pelos produtos mais concorridos, horas extras de trabalho etc.

Especialmente no final do ano, os colaboradores devem ser muito bem treinados e orientados sobre as regras das promoções. Não se esqueça de destacar que, apesar de este ser um período conturbado e corrido, a qualidade do atendimento deve ser preservada.

E então, nossas dicas te deixaram mais seguro quanto às demandas exigidas pelas promoções de final de ano? Outra questão que vai te ajudar a conquistar seu público nesse período é seu visual. Portanto, não perca nosso post sobre a importância da otimização do layout da loja!

maquina de recarga de celular

maquina de recarga de celular

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Layout da loja – Qual a importância da otimização do layout da loja ?

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Layout da loja – Qual a importância da otimização do layout da loja ?

layout da loja – Além de boa localização, produtos de qualidade e ótimo atendimento, há outro fator que pode ser determinante para o sucesso de uma loja: seu layout. Ele é fundamental tanto para atrair o cliente como para estimular a concretização da compra. Porém, muitas vezes, não recebe a devida atenção.

Um bom layout de loja deve considerar o segmento em que ela atua, o perfil do seu público-alvo e a filosofia de atendimento estabelecida. Neste post você vai encontrar algumas dicas muito importantes para a otimização do layout da sua loja. Isso, com certeza, vai refletir positivamente no seu faturamento. Confira!

Fachada

Além de representar o segmento de negócio, a fachada deve ser atrativa o suficiente para estimular o consumidor e fazer com que ele entre na loja, onde ocorre a maioria das decisões de compra. O ideal é que a porta de entrada seja grande, para permitir o acesso de cadeirantes e para que o interior da loja possa ser visto por quem passa em frente.

Vitrine

Muitas vezes é pelo que está exposto na vitrine que o consumidor decide se entra ou não em uma loja. A quantidade de produtos expostos deve ser planejada, porque o excesso pode confundir esse potencial cliente. Procure exibir apenas os produtos de maior destaque. A vitrine deve conter exatamente o que ele procura e incentivá-lo a entrar.

maquina de recarga de celular

Maquina de recarga

Layout interno

Todos os espaços disponíveis e os aspectos visuais da loja precisam ser planejados. O layout interno pode ter um estilo tradicional, mais moderno ou até mesmo mais descontraído. Isso faz parte da identidade da empresa e é definido de acordo com o tipo de cliente que você deseja atrair. É importante que você observe constantemente os consumidores para saber como eles reagem em relação ao layout da sua loja.

Disposição dos produtos

Facilite ao máximo a permanência do cliente dentro da loja, para evitar que ele vá embora antes de encontrar o que procura. A disposição das gôndolas e displays deve ser planejada. Os produtos devem estar sempre ordenados e organizados. Além da estética, a disposição dos produtos deve considerar também a facilidade de circulação pela loja. Isso pode fazer com que o cliente também veja e compre outros produtos.

Iluminação

A iluminação é um dos fatores mais importantes em uma loja. Além de simplesmente iluminar o espaço, ela deve ser utilizada para destacar produtos ou grupos de produtos, dentro da loja e nas vitrines.

Som ambiente

O som ambiente ajuda a construir um ótimo clima e faz com que o cliente se sinta mais confortável dentro da loja. Porém, tenha cuidado: o som deve ser adequado ao perfil do seu público-alvo, para não provocar efeitos indesejados.

consulta spc brasil

Consulta SPC

Aroma

O aroma da loja também ajuda na concretização da venda. As pessoas têm memória olfativa e um bom aroma ajuda a provocar uma sensação de bem-estar no cliente.

Percebeu como a otimização do layout da loja é fundamental para o seu sucesso? Se você acha que essas dicas ajudaram você e quer saber mais sobre como atrair seus consumidores!

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Curiosidade e dicas para lojistas, varejistas, autônomos. Tudo sobre maquinas de recargas de celular, maquinas de cartão de credito, consultas serasa e consultas spc.