Cheque sem fundo CCF: saiba como identificar um cheque sem fundo


cheque sem fundo
Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
 

Cheque sem fundo CCF: saiba como identificar um cheque sem fundo

Cheque sem Fundo – Saber identificar um cheque sem fundo é essencial para evitar golpes e prejuízos em seu comércio. Muita gente ainda utiliza essa forma de pagamento. Por isso, é importante conhecer o Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos (CCF), uma ferramenta do Banco Central que permite checar se um cheque tem fundo ou não, em poucos segundos.

Assim como o cadastro no SPC e Serasa, estar com registro no CCF também significa ter o nome sujo. No ano de 2015, o Brasil bateu o recorde de cheques sem fundos. De todos os cheques compensados no ano, 2,25% foram devolvidos. Esse número não foi atingido desde o ano de 1991!

Antes de compensar um cheque, é possível saber se o pagamento tem cobertura ou não. Quer descobrir como? Confira a seguir:

consulta spc

consulta spc

O que é o CCF?

Antes de explicar o que é o CCF, devemos explicar o que ocorre quando há problemas na compensação de um cheque. Ao apresentá-lo ao banco, é informado o motivo pelo qual o pagamento não se consuma.

Esse motivo, identificado por um número específico, fica registrado no próprio documento e, em alguns casos, gera automaticamente, o registro da devolução no CCF.

O CCF é um banco de dados composto pelo nome de todas as pessoas e empresas que emitiram cheques que não puderam ser compensados por um dos registros abaixo:

  • motivo 12: quando o mesmo cheque é devolvido por falta de fundos duas vezes;
  • motivo 13: quando o cheque é oriundo de uma conta já encerrada;
  • motivo 14: quando o banco tenha assumido com o cliente o Compromisso de Pronto Acolhimento — que é pagar o cheque mesmo que não tenha fundos —, mas há registro de que o correntista aparentemente tenha agido de má fé a respeito desse acordo.

No site do Banco Central, é possível ver todos os motivos para a devolução de um cheque.

Qualquer pessoa pode acessar as informações do CCF para saber se o seu nome consta ou não no cadastro. Para quem é comerciante, essa é uma alternativa para saber se um pagamento recebido tem fundo para ser descontado. Contudo, é preciso conhecer a ferramenta para realizar a consulta de forma simples e rápida.

Como identificar um cheque sem fundos?

Atualmente, há duas maneiras de saber se um cheque tem fundos no banco de dados da CCF. São elas:

Consulta presencial

A consulta presencial é muito simples de ser realizada. O titular da conta corrente deve ir até o banco em que é correntista, instituição financeira ou qualquer unidade do Banco Central e solicitar a pesquisa.

Para isso, é necessário apresentar o nome completo, número da conta e o CPF. Esse procedimento é gratuito e, portanto, não há cobrança de nenhuma taxa.

recarga celular

recarga celular

Consulta por carta

Outra maneira de realizar uma consulta nos bancos de dados da CCF é por meio de carta. O interessado deve enviar uma carta endereçada ao Banco Central, com os seguintes itens anexados, de acordo com o tipo de titular da conta:

  • para pessoa física, cópia autenticada do RG e do CPF do solicitante;
  • para pessoa jurídica, cópias do CPF e RG do solicitante e uma cópia autenticada da certidão simplificada emitida pela Junta Comercial há, no máximo, 30 dias. Também é preciso anexar uma cópia do contrato social da empresa.

Agora que você aprendeu a consultar os dados do CCF, será mais fácil identificar um cheque sem fundos. Porém, há uma série de sinais e características que podem ser observados. Um deles é verificar o histórico de compra do emissor. É possível também consultar o SPC para saber se o nome daquele cliente consta no serviço de proteção ao crédito.

E você, já recebeu um pagamento assim? O que você fez? Deixe um comentário e compartilhe sua experiência!

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe uma resposta