Como fazer um bom controle de despesas e receitas da sua revenda? Confira

0
Venda de recarga de celular

Como fazer um bom controle de despesas e receitas da sua revenda? Confira

(ESTENDER + 500 PALAVRAS) Como fazer um bom controle de despesas e receitas da sua revenda? Confira

IMPORTANTE: solicitamos que o responsável pelas postagens no blog assista à este tutorial (is.gd/531.ref). Nele, ensinamos como atualizar o conteúdo no seu blog sem perder a URL e causar conteúdo duplicado. Reforçamos que o texto desta pauta não deve ser postado automaticamente pela plataforma da Rock. Qualquer dúvida, só dizer nos comentários ou pelo chat da plataforma.

Ter um rígido controle de despesas e receitas no ramo de revenda de produtos ou serviços é imprescindível para se manter competitivo em um panorama tão acirrado como o atual. Afinal, à medida que os consumidores demonstram necessidades, mais concorrentes surgem apresentando novas soluções.

Dessa forma, é preciso acompanhar com precisão e minucia o fluxo do caixa, isso é, todos os valores de entrada e saída, assim como projetar cenários e tendências potenciais que podem ser de extrema importância na hora de tomar decisões.

Neste artigo, mostraremos algumas boas práticas de controle de despesas e receitas que podem ser adotadas em seu negócio. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura para conferir!

Faça um planejamento financeiro

O planejamento financeiro é o fundamento de qualquer negócio, independentemente de qual é o setor de atuação do profissional ou da empresa. Afinal, é por meio desse planejamento que a empresa poderá se organizar para o futuro e avaliar os melhores cenários para investir. Um bom planejamento consiste em:

  • identificar a situação atual da sua revenda;
  • fazer a relação de todos os investimentos em andamento — fixos e variáveis;
  • inventariar quais são as fontes de financiamento do seu empreendimento;
  • identificar as fontes de receita do seu negócio e o faturamento periódico;
  • analisar essas informações para saber se as receitas geradas serão suficientes para cobrir as despesas.

Perceba que no contexto do controle de despesas e receitas, o planejamento possibilita que projeções de vendas e avaliações de riscos sejam realizadas, apresentando os períodos de maior e menor demanda. Além disso, a partir desses passos é possível prever a quantidade ideal de produtos que devem constar em estoque para que vendas não sejam perdidas.

Evite desperdiçar recursos

Quando a gestão das finanças é realizada com ineficiência, os recursos do negócio são literalmente jogados fora. Portanto, é imprescindível que o controle de despesas e receitas identifique desde possíveis desperdícios, “escondidos” nos processos cotidianos, até aspectos cruciais ligados à gestão financeira. Pensando nisso, neste tópico separamos alguns fatores que precisam ser observados. Confira a seguir!

Defina as responsabilidades e as tarefas de cada membro da equipe

Um gestor eficaz deve ser direto e bem claro naquilo que solicita e espera de cada um dos seus colaboradores em suas funções operacionais. Tarefas fracassadas geram retrabalho e serviços não executados, geram desperdiço de tempo, esforços e energia que poderiam ser investidos para alcançar as metas e os objetivos da sua revenda.

Não deixe de registrar todas as operações financeiras

É o registro de todas as entradas e as saídas financeiras (incluindo os gastos extras) que torna possível ter uma ideia precisa de como está a saúde financeira do negócio. Entretanto, a ferramenta mais eficiente do mercado para controle do fluxo de caixa só será realmente eficaz se os registros forem feitos com exatidão. Então, faça todos os registros!

Verifique constantemente e corrija as falhas na comunicação

Uma interação bem-feita e planejada, com bons recursos e ferramentas evitam erros na execução das tarefas, funções e serviços. Uma comunicação eficiente promove um ambiente:

  • mais harmônico e positivo;
  • com informação acessível;
  • em que todos se sentem pertencentes à equipe;
  • alinhado em todas as camadas hierárquica;
  • com clareza e transparência;
  • com maior bem-estar.

Seja em aspectos básicos do dia a dia, como o uso inadequado de materiais de escritório, seja no pagamento de juros desnecessários por falta de organização, o fato é que o desperdício afeta a rentabilidade do seu negócio de revenda a ponto de torná-lo inviável.

Controle o estoque

A falta de planejamento no estoque gera desperdício de recursos (humanos e financeiros) e afeta diretamente as finanças de qualquer empresa. Assim, é fundamental investir em ferramentas e recursos para controlar o estoque. Não realizar um bom gerenciamento pode criar problemas como:

  • perda de uma venda por não ter um produto disponível;
  • perda de um cliente por insatisfação com a instabilidade do estoque;
  • troca pela concorrência.

Em relação ao último tópico, as revendas precisam ter um duplo cuidado nesse caso. Isso porque, existem muitos revendedores do mesmo produto ou serviço em uma mesma cidade. Assim, se um local não tiver disponibilidade para atender, o cliente pode buscar outra revenda para obter o mesmo produto ou serviço.

É importante ter em mente que equilíbrio é a palavra-chave nesse contexto, manter itens parados em estoque é tão prejudicial quanto não os ter quando os clientes os solicitarem.

Para evitar esses descontroles, hoje em dia, é difícil encontrar uma empresa que não organize seu estoque com o auxílio de um software de gestão automatizada. Falaremos mais sobre os benefícios dessa ferramenta no próximo tópico.

Crie e mantenha um fundo financeiro para emergências

Gastos extras acontecem, portanto, é preciso estar preparado para eles. Ter essa reserva evitará que a sua revenda contraia empréstimos (com juros altíssimos!), por exemplo, quando surgir imprevistos. A melhor maneira para criar e manter um fundo financeiro de emergências é:

  • reservar uma quantia mensal;
  • ter como meta mínima um valor suficiente para o cobrir os gastos totais da sua revenda por alguns meses;
  • ter em mente que este montante deve ser utilizado apenas para emergências.

Utilize a tecnologia a seu favor

Não é nenhuma novidade que, a cada dia, mais empresas e profissionais autônomos de variados segmentos do mercado estão implementando soluções tecnológicas em seus procedimentos operacionais cotidianos, não é verdade?

Pois bem, um eficiente software de gestão financeira possibilita o uso de ferramentas que podem fazer toda a diferença no controle de despesas e receitas, como relatórios precisos, gerenciamento do fluxo de caixa e, até mesmo, integração aos estoques.

Desse modo, é possível ter uma ampla visão de seu negócio de revendas e acompanhar diariamente o andamento das finanças, fazendo diferentes tipos de análises e integrações, além de projetar cenários e simular possibilidades.

Separe os gastos pessoais e do trabalho

Para quem tem uma revenda de pequeno e médio porte, essa dica é muito importante. O tamanho da empresa pode gerar a sensação de familiaridade e, nesse momento, o gestor acaba misturando gastos pessoais com as despesas do trabalho. Se esse é o seu caso, separe é imprescindível fazer a separação imediatamente. A separação permite:

  • visualizar corretamente a lucratividade do empreendimento;
  • identificar situações que precisam de melhoria;
  • prever o fluxo de caixa;
  • reinvestir uma parte do lucro.

Como você pôde conferir neste conteúdo, um eficiente controle de despesas e receitas na revenda de produtos ou serviços é fundamental para garantir não apenas a sobrevivência do negócio, mas também seu crescimento no mercado.

E então, curtiu este post sobre como fazer um bom controle de despesas e receitas da sua revenda? Já utilizou algum método que não colocamos em nosso conteúdo? Então deixe um comentário neste texto e compartilhe com a gente as suas ideias sobre o assunto!

Compartilhar.

Deixe o seu comentário