É possível fazer um cartão de crédito com o nome sujo?


nome sujo cartão
Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
 

É possível fazer um cartão de crédito com o nome sujo?

Fazer um cartão de crédito com o nome sujo é uma tarefa praticamente impossível. Isso porque as empresas entendem que o devedor pode não ser um bom pagador e que a probabilidade de a fatura do cartão não ser paga é grande.

Mas você sabia que existem possibilidades para quem quer ter esse tipo de cartão mesmo com o CPF comprometido pela inadimplência? Antes de emitir um cartão de crédito, são feitas análises rigorosas sobre o perfil do cliente e sobre a sua situação de pagamento. E, por conta disso, as pessoas negativadas acabam tendo bastante dificuldade nesse aspecto.

Pensando nisso, listamos algumas alternativas para que pessoas com o nome sujo consigam fazer um cartão de crédito. Confira!

Cartão de crédito no seu banco

Ser correntista de um banco e ter uma conta com saldo positivo pode facilitar o pedido de cartão de crédito, ainda mais se for possível comprovar sua renda.

Nesse caso, o banco não apenas fará uma consulta ao SPC e ao Serasa, mas também ao seu histórico correntista. Se ele for positivo, o cartão pode ser aprovado.

Cartões de loja

Outra opção é contratar cartões de crédito de lojas. Em algumas delas, nem são realizadas análises de crédito para a liberação, no entanto, o valor liberado costuma ser menor.

São muitas as lojas que oferecem cartão, como Americanas, C&A, Renner, Submarino, Marisa etc. Cada uma delas tem diferentes exigências e também contam com benefícios extras, como descontos nas lojas com o cartão.

Antes de escolher um, vale a pena pesquisar as opções e também se atentar às taxas e às mensalidades.

Cartão pré-pago

O cartão pré-pago funciona um pouco diferente, mas tem a vantagem de que não costuma fazer consulta de crédito para ser liberado. Nesse caso, é preciso solicitar ao banco ou à outra instituição financeira que trabalhe com essa modalidade, sendo que pode ou não ser cobrada uma taxa para a emissão dele.

Você tem o cartão, mas, para poder usá-lo, deve fazer uma “recarga” do valor, ou seja, coloca-se primeiro o crédito no cartão para depois usar. A grande vantagem é que ele pode ser, inclusive, utilizado em outros países e pode ser conseguido facilmente.

Cartão de crédito consignado

Esse produto está liberado apenas para aposentados, pensionistas ou funcionários públicos. Ele não realiza consulta ao SPC ou ao Serasa e, por isso, a probabilidade de conseguir um cartão é muito maior.

O valor a ser liberado varia de acordo com o valor recebido e o pagamento da fatura ocorre com desconto, direto em folha de pagamento.

Ele ainda conta com a possibilidade de isenção de anuidades ou de mensalidades e possui taxas de juros bem mais baixas que os demais cartões de crédito.

Por isso, se deseja ter um cartão de crédito mesmo com o nome sujo, saiba que isso não é impossível. Basta apenas verificar as opções disponíveis. Mas se lembre de que ele deve ser usado com cautela, afinal, não vai querer que seu nome permaneça sujo por mais um motivo.

Gostou das dicas para ter um cartão de crédito com nome sujo? Se ficou alguma dúvida ainda, conta pra gente nos comentários.

 

 

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe uma resposta