Gestão financeira para MEI: confira 4 dicas de sucesso!

0
Venda de recarga de celular

Gestão financeira para MEI: confira 4 dicas de sucesso!

Gestão financeira para MEI – A gestão financeira é considerada, por muitos microempreendedores, uma das tarefas mais difíceis e complexas de um negócio. Realmente, monitorar as vendas da empresa, gerenciar os funcionários, e ainda manter todas as contas em dia não é nada simples. É muito importante que os empresários tenham muito cuidado ao lidar com as finanças, caso contrário, o negócio pode ser bastante prejudicado.

Nesse sentido, pode-se dizer que a gestão financeira é fundamental para manter um negócio rentável e ativo no mercado. Por isso, é de extrema importância que os microempreendedores conheçam o mercado e saibam administrar as contas da empresa, otimizando, assim, os lucros.

Para ajudá-lo a potencializar os ganhos do seu negócio, separamos 4 dicas de gestão financeira para MEI. Confira!

1. Separe as finanças pessoais das empresariais

Não separar as contas da empresa das pessoais é um erro grave muito comum de ser cometido por microempreendedores. Misturar as finanças pode levar ao desencontro de informações financeiras do negócio e prejudicar bastante o caixa, podendo, até mesmo, fazer com que a emprese feche o balanço no negativo.

Portanto, é fundamental que os empreendedores nunca levem contas pessoais para o negócio e mantenham sempre a distinção entre as finanças corporativas e pessoais.

2. Gerencie o fluxo de caixa

Um dos principais pilares para o controle e a gestão financeira de uma empresa é o fluxo de caixa. O gerenciamento de todas as transações do negócio, sejam elas de entrada ou saída de caixa, é fundamental para a saúde financeira de qualquer empresa.

Obviamente, o objetivo é sempre manter o fluxo de caixa positivo, pois isso significa que empreendimento está preparado para emergências e apresenta lucros. Além disso, um fluxo de caixa positivo permite que os microempreendedores invistam em melhorias e no crescimento do negócio.

É muito importante que os empreendedores mantenham o controle periódico do fluxo de caixa, mantendo, assim, total controle sobre as finanças do negócio.

3. Faça a manutenção do capital de giro

O capital de giro nada mais é do que todo o dinheiro disponível ou qualquer outra fonte da empresa que possa ser rapidamente convertida em finanças. Pode-se dizer que o capital de giro é o valor necessário para que um negócio mantenha sua operação normal — estando diretamente ligado ao fluxo de caixa.

Quando se trata da gestão financeira para MEI, é essencial que se mantenha um capital de giro considerável, garantindo, assim, a operação segura do negócio.

4. Realize a avaliação da saúde financeira

Para que a gestão financeira seja feita de forma efetiva e os lucros sejam garantidos, é de extrema importância que os empreendedores avaliem frequentemente a saúde financeira da empresa. É fundamental implementar indicadores financeiros e acompanhar as vendas e os resultados alcançados.

Dessa forma, os empreendedores conseguem acompanhar a tendência da empresa, comparar os resultados alcançados com datas anteriores e, também, detectar pontos que carecem de cortes e possibilitem o aumento dos lucros.

Gostou das nossas dicas de gestão financeira para MEI? Conhece outras que deixamos de citar? Então não deixe de comentar abaixo e compartilhá-las conosco!

consulta spc

consulta spc

maquina de recarga

maquina de recarga

Compartilhar.

Deixe o seu comentário